Métodos

Um dos objetivos da CiViA é capacitar empresas para a contabilização das emissões de GEE de seus produtos a partir do entendimento de diferentes métodos para cálculo da pegada de carbono. Saiba mais 19/12/2016
COMPARTILHE

ACV

A Avaliação de Ciclo de Vida (ACV) enfoca os aspectos ambientais e os impactos ambientais potenciais ao longo de todo o ciclo de vida de um produto, desde a aquisição das matérias-primas, produção, uso, tratamento pós-uso, reciclagem até a disposição final (isto é, do berço ao túmulo). As normas que guiam o processo de elaboração de um estudo de ACV são aISO 14.040 e ISO 14.044.

Como o próprio nome indica, o conceito fundamental desta ferramenta é o ciclo de vida, (de um sistema, produto, processo ou atividade) que produz impactos ambientais desde o momento que os recursos naturais indispensáveis à sua existência são extraídos da natureza, até que, após a sua vida útil, são devolvidos ao ambiente na forma de emissões aquosas e atmosféricas, resíduos ou energia (Ribeiro e Lopes, 2013).

Em um estudo de ACV, a escolha dos impactos ambientais avaliados e as metodologias utilizadas dependem do objetivo e escopo do estudo. As principais categorias de impacto geralmente consideradas são:

  • Mudanças climáticas
  • Depleção da água
  • Acidificação
  • Depleção da camada de ozônio
  • Eutrofização (aquática e marinha)
  • Toxicidade
  • Formação de ozônio fotoquímico
  • Ocupação e transformação do solo

Algumas categorias de impacto ganharam maior importância e se desdobraram em métodos conhecidos, como é o caso das mudanças climáticas e as categorias relacionadas à água, denominados pegada de carbono e pegada hídrica, respectivamente. Saiba mais sobre estas categorias e respectivos métodos abaixo.

PEGADA DE CARBONO
PEGADA HÍDRICA